ANDY GREEN
GIFTED RESPONSE
Emissão Online
 
2017-04-19 00:00:04
A Fé Demonstrada pelas Obras
“Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras.” Tiago 2:18.

A parte que o homem tem a desempenhar na salvação da alma é crer em Jesus Cristo como um perfeito Redentor, não para outros, mas para si próprio. Ms 1, 1890.

Cristo imputa a Sua perfeição e justiça no pecador crente quando não continua em pecado, mas se volta da transgressão para a obediência aos mandamentos. RH, 23-5-1899.

Embora Deus possa ser justo e contudo justifique o pecador pelos méritos de Cristo, nenhum homem se pode trajar com os vestidos da justiça de Cristo, enquanto praticar pecados conhecidos ou negligenciar deveres conhecidos. RH, 4-11-1890.

O apóstolo Tiago tinha visto que se levantariam dificuldades ao ser apresentado o assunto da justificação pela fé. Por isso esforçou-se por mostrar que a genuína fé não pode existir sem as obras correspondentes. É citada a experiência de Abraão. “Bem vês,” diz Ele, “que a fé cooperou com as obras, e que pelas obras a fé foi aperfeiçoada.” (Tia. 2:22). Assim a fé genuína opera uma obra genuína no crente. A fé e a obediência levam a uma experiência sólida e valorosa. 7BC, pág. 936.

Fé e obras, são dois remos que precisamos de usar em igual proporção se quisermos avançar no nosso caminho contra a corrente da descrença. BS, pág. 316.

A presumida fé que não opera por amor e não purifica a alma não justifica ninguém. “Vedes”, diz o apóstolo, “que o homem é justificado pelas obras, e não somente pela fé.” (Tia. 2:24). Abraão creu em Deus. Como sabemos que ele creu? As suas obras demonstraram o carácter da sua fé, e esta lhe foi imputada como justiça.

Necessitamos, nestes dias, da fé de Abraão, para iluminar as trevas ao nosso redor, que impedem o aprazível brilho do amor de Deus e impedem o crescimento espiritual. A nossa fé deve ser fecunda em boas obras, porque a fé sem as obras é morta. 7BC, pág. 936

Por:
Partilhe:
newsletter
Copyright 2017 Rádio RCS